pt-bren contact@puzzlecanada.com

Vistos temporários

Vistos temporários

  • Turismo
  • Estudo
  • OWP
  • PGWP
  • ATIP

Visto de Turismo: TRV ou eTA?

O TRV (Temporary Resident Visa) é um documento oficial que permite a entrada e permanência de estrangeiros no Canadá como visitante temporário por até 6 meses ou como estudante e trabalhador pelo tempo designado na permissão. O fornecimento da biometria é obrigatório.

O visto, adesivado ao seu passaporte, é válido por 10 anos, ou até a data de vencimento do seu passaporte, caso este expire em menos de 10 anos, além de permitir múltiplas entradas no país, por terra, mar ou ar.

Normalmente, o governo canadense leva em torno de 15 dias do dia de recebimento da sua aplicação até o momento da decisão. Esse tempo corresponde ao processo para brasileiros aplicando de dentro do Brasil e pode se alongar dependendo da quantidade de aplicações sendo processadas no momento.

Caso a pessoa tenha um visto de turismo válido para os Estados Unidos ou já tenha emitido um TRV nos últimos 10 anos, o eTA (Electronic Travel Authorization) é o documento ideal para quem planeja chegar de avião no Canadá. Todo seu processo é feito online, gerando um número relacionado ao seu passaporte. Um eTA pode ser emitido em alguns minutos, no entanto é preferível fazê-lo com antecedência, uma vez que o governo canadense pode pedir mais documentos e que qualquer erro no formulário pode impedir a sua entrada no país.

Dica Puzzle: Recomendamos verificar o seu eTA online alguns dias antes e no próprio dia da viagem. Não é muito usual, mas alguns já tiveram o status cancelado de última hora.

Você sabia? O eTA é válido por até cinco anos ou até o vencimento do passaporte, o que ocorrer primeiro.

Saiba mais sobre o processo. Marque uma consultoria aqui.

O Study Permit é um documento oficial destinado a estrangeiros que pretendem estudar por mais de seis meses em uma DLI (instituição de ensino autorizada a receber estudantes estrangeiros). O Study Permit deve vir acompanhado de um TRV ou de um eTA para oficializar a entrada e estadia no país. O Study Permit pode vir acompanhado de uma autorização de trabalho, saiba mais aqui.

Dica Puzzle: A aplicação para o Study Permit é feita do seu país de origem, porém esse documento só será retirado quando chegar no Canadá. Ao ter o SP aprovado, você receberá um pedido para enviar seu passaporte e receber o seu TRV. Como a Permissão de Estudos só será recebida no momento de chegada à imigração canadense, é essencial que você tenha em mãos a sua LOA (carta de aceitação da DLI) e outros documentos de acordo com o tipo de aplicação, evitando qualquer confusão.

Se você está indo para o Canadá para estudar em uma instituição de nível superior, é preferível que você aplique para o Study Permit antes de ir para o Canadá. Se você já está no Canadá e quer dar entrada no requerimento de um SP, será necessário esperar até a sua emissão para começar os estudos. Caso seja o seu caso, entre em contato conosco por aqui. Além disso, o processo terá que ser feito do seu país de origem, com exceção das pessoas que têm permissão para aplicar de dentro do Canadá, como por exemplo, cidadãos de países com isenção de visto que podem aplicar na Porta de Entrada (POE). Ficou em dúvida se você pode? Agende uma consulta!

Dica Puzzle: É mais rápido, barato e fácil pedir a renovação do Study Permit no Canadá do que dar entrada no processo de lá. Ou seja, se você está indo fazer um curso que não necessariamente exige o Study Permit, por exemplo o pathway, mas tem a intenção de continuar os estudos em uma universidade or college, já ir com uma permissão de estudo em mãos é a melhor opção!

Caso você termine seus estudos antes da data que consta no seu Study Permit, a sua estadia ainda será válida por apenas mais 90 dias após a conclusão do curso. Por outro lado, se você não conseguir terminar os seus estudos até a data do visto, você deverá aplicar para estender a sua validade, pelo menos 30 dias antes da expiração do Permit. Nesse caso, o estrangeiro pode continuar estudando enquanto aguarda a renovação do SP, uma vez que possui um Implied Status.

Dica Puzzle: Dê entrada no processo de renovação o quanto antes possível e não saía do país se você estiver com um Implied Status! Você precisa esperar a renovação do Permit antes de viajar para fora do Canadá.

No caso dos estudantes fazendo cursos antes de começarem o programa principal da faculdade (por exemplo, o Pathway ou o UCTP), a autorização de estudo será válida pelo tempo do curso mais um ano, a salvaguardar o aluno de um tempo para aplicar para extensão do Permit e de possíveis atrasos na conclusão do programa, após a qual, o aluno terá que dar entrada na extensão do Study Permit, ainda que a autorização de estudos anterior esteja na validade.

Você sabia? Os alunos com permissão para trabalho só podem começar a trabalhar após o início das aulas.

Quem pode aplicar para o Study Permit?

Pessoas inscritas em uma instituição oficial de ensino (as famosas DLIs, reconhecidas pelo governo canadenses) que comprovem a capacidade financeira de sustentar os custos da escola, de moradia e de transporte de volta para o país de origem. Além disso, a pessoa não pode ter uma ficha criminal e terá que apresentar o exame médico autorizado. Caso seja a primeira vez aplicando para um visto canadense, será necessário fornecer a biometria, que é válida por 10 anos.

Saiba mais sobre o processo e os nossos serviços. Marque uma consultoria aqui.

Se você é um residente permanente, trabalha ou estuda no Canadá, o seu cônjuge (sejam vocês casado ou em união estável) pode aplicar para um OWP (Open Work Permit).

Se o seu cônjuge possui uma permissão de trabalho ou de estudo no Canadá, você poderá aplicar para o Open Work Permit, caso:

 – O seu cônjuge seja um Skilled Worker (ocupação listada como NOC 0, A ou B) aprovado para trabalhar no Canadá por pelo menos seis meses;

– O seu cônjuge tenha um Open Work Permit válido (ex: PGWP) e esteja trabalhando em uma ocupação de NOC 0, A ou B;

– O seu cônjuge seja estudante internacional de uma instituição pública pós-secundária, como um college ou universidade, ou privadas de nível degree.

 Além disso, você precisará:

– Provar que vai sair do Canadá quando seu visto expirar

– Comprovar renda para se sustentar durante a estadia

– Obedecer as leis canadense e não ter uma ficha criminal

– Não planejar trabalhar para algum empregador inelegível ou em alguma função proibida

– Apresentar uma ficha médica, caso necessário

Esse processo pode ser feito dentro ou fora do Canadá, depende do status de imigração do estrangeiro aplicando para o OWP. 

O PGWP é uma permissão de trabalho aberta (OWP) que permite a estudantes estrangeiros trabalharem temporariamente após a conclusão dos seus estudos em uma instituição pública ou particular, contanto que seja em nível degree, de ensino canadense.

O tempo do PGWP depende da duração do programa na DLI: para os cursos de 8 meses a 2 anos, o PGWP é válido até o tempo do seu programa de ensino (por exemplo, se você estudou por 12 meses, é elegível a passar mais 12 meses trabalhando). Para os programas com duração maior a 2 anos, o estrangeiro pode adquirir um PGWP de até 3 anos de duração.

A partir do recebimento das notas finais, o estudante tem até 180 dias para solicitar a permissão, que só pode ser emitida uma vez na vida. A aplicação para o PGWP pode ser feita de dentro ou fora do Canadá, contanto que respeite o prazo dos 180 dias. Para aplicar, o estudante não precisa estar com o Study Permit na validade, porém se estiver dentro do Canadá tem que ter um status válido (ex: TRV válido).

Você sabia? Enquanto aguarda uma resposta do seu PGWP, você pode sair e voltar para o Canadá sem problemas, contanto que esteja com TRV ou o eTA em dia.

Dica Puzzle: O PGWP é um dos documentos mais importantes para quem tem intenção de imigrar para o Canadá. Você poderá começar a trabalhar em tempo integral a partir do momento da aplicação para o PGWP se estiver aplicado de dentro do Canadá com o Study Permit ainda válido. Caso a função desempenhada esteja listada com NOC 0, A ou B, o tempo de trabalho já começa a contar para o CEC.

Saiba mais sobre o processo e os nossos serviços. Marque a sua consultoria aqui.

Ter o visto negado pode ser uma experiência extremamente frustrante, principalmente quando planos de viagem já estão marcados. De acordo com dados divulgados pelo IRCC, 30% das pessoas que aplicaram no primeiro trimestre de 2018 tiveram seus pedidos recusados. Em muitos casos, os vistos são recusados por insuficiência de documentos ou provas legais para convencer um oficial e pelo não detalhamento da carta de convite. Muitas declarações consideradas falsas e distorcidas, na verdade, são frutos de erros acidentais dos aplicantes. Daí a importância de fazer o processo com um consultor legal, como na Puzzle Canadá, aumentando as suas chances de ter o visto aprovado e te poupando o estresse e muito dinheiro desperdiçado.

Caso você se encontre na situação de ter seu visto recusado, a solicitação de um ATIP deve ser a primeira providência a ser tomada para ajudar a reverter o seu caso. O Access To Information and Privacy é um pedido de acesso às informações detalhadas do porquê o oficial de imigração recusou seu pedido e será seu principal aliado na hora de enviar uma nova solicitação.

Ao entender os reais motivos pelos quais você não foi considerado elegível para obtenção do TRV, você poderá fornecer novas fundamentações e aumentar suas chances de conseguir o visto. Por isso que é tão importante quanto solicitar um ATIP, é saber interpretá-lo e usá-lo no próximo pedido. A Puzzle Canadá faz isso para você! Marque uma consultoria para discutir suas opções.

Você sabia? A solicitação de um ATIP só pode ser feita por um cidadão canadense, residente permanente ou uma pessoa ou corporação presente no Canadá.

Faça um orçamento e descubra qual o melhor caminho para você!

Fale agora conosco!

Fale conosco